Qual a importância do controle de estoque no e-commerce de moda, vestuário e acessórios

Conteúdo

O controle de estoque no e-commerce é basicamente quem dita a sua capacidade de realizar vendas e ter um negócio lucrativo.

Quem não consegue fazer um bom controle de estoque, acaba tendo dificuldades de ter uma empresa lucrativa e que realmente é capaz de vender bem todos os meses.

Não controlar o estoque pode ser o fator principal de ter peças encalhadas, que não apresentam boas vendas mesmo em liquidação.

Nós vamos te explicar a seguir um pouco mais sobre o que é controle de estoque, como fazer e sua importância.

Continue lendo para implementar ótimas dicas em seu e-commerce de moda.

O que é controle de estoque?

Controle de estoque é, basicamente, saber o que está disponível para venda com riqueza de detalhes, bem como, gerir esse estoque.

No e-commerce de moda, vestuário e acessórios é útil contar com um sistema de gestão que possibilite organizar a entrada e saída de produtos.

Dessa forma, ao registrar os itens que são comprados para sua empresa vender e quais estão tendo saída, é possível descobrir uma série de informações úteis sobre seu e-commerce.

Esse processo de controlar entrada e saída de produtos de seu estoque é a gestão acontecendo, possibilitando a emissão de relatórios para identificar quais produtos vendem mais, quais precisam de reposição e o que seus clientes estão rejeitando.

Por isso mesmo, ter um sistema de controle eficaz que ajude a acompanhar os dados sobre todas as peças que são compradas e revendidas auxilia a ter um panorama geral sobre sua empresa e performance.

Por que a gestão de estoque é importante?

Com a gestão de estoque eficaz, é possível identificar uma série de fatores sobre sua empresa, possibilitando melhores resultados financeiros.

Por exemplo, identificando quais são os produtos que os clientes esgotam em pouco tempo, para observar cor, modelo e numeração.

Assim como, é possível identificar quais são as peças que performam pior e acabam ficando encalhadas no estoque.

Diante de todas essas informações, o setor de compras de seu e-commerce de modas consegue investir melhor o capital que é utilizado para montar o estoque, possibilitando a compra de produtos que de fato agradam seu público e são facilmente vendidos.

Isso aumenta a lucratividade da empresa e possibilita também o aumento do ticket médio, afinal, se o cliente acessa o e-commerce de moda e encontra todos os produtos que gosta, acaba sendo muito mais fácil que esse consumidor compre mais a cada visita.

Portanto, a gestão de estoque é fundamental para que sua empresa seja lucrativa e possa ter bons resultados o ano inteiro.

Como fazer controle de estoque?

Fazer controle de estoque depende diretamente de sua organização!

Muitas empresas iniciantes acabam cometendo o erro de não fazer controle de estoque por não ter um grande volume de peças ou não ter um sistema de gestão.

É possível fazer o controle com uma simples planilha de Excel, realizando a anotação detalhada de tudo que é comprado para compor o estoque e tudo que está sendo vendido diariamente.

Obviamente, fazer o controle com um sistema apropriado e que é voltado para e-commerce de moda auxilia a tornar o processo menos burocrático e demorado.

No entanto, quem ainda tem um negócio pequeno pode fazer o trabalho mais manual com o objetivo de aprender mais sobre o próprio negócio.

Ao observar o que é vendido e aquilo que fica encalhado, é possível melhorar muito as suas compras para as próximas coleções.

Dicas de gestão de estoque

Uma vez entendido o que é a gestão de estoque e como essa gestão é importante para seu e-commerce de moda, vamos elencar algumas dicas práticas para começar a melhorar seus resultados!

  1. Faça análise periódica de estoque

Se o seu e-commerce vende pouco, a análise pode ser mensal. Se as vendas já estão mais expressivas, reduza para quinzenal ou semanal.

O objetivo da análise é sempre identificar o que performa bem em sua empresa, o que está parado no estoque e como lidar com essas questões.

Uma dica bem simples de implementar é que, em seu site, é possível indicar quais produtos combinam entre si, de modo que, isso incentive a compra de conjuntos e possibilite escoamento rápido de seu estoque.

  1. Peça parada no estoque não significa liquidação

Muitos empreendedores acabam achando que a única solução para uma peça parada no estoque é dar desconto ou fazer liquidação, mas esse é um erro.

Quando o e-commerce de moda faz liquidações frequentes, os clientes se acostumam a esperar que os preços baixem para efetuarem compras, e isso gera um ciclo vicioso que é péssimo para o orçamento da empresa e para seus resultados de curto e longo prazo.

O segredo de girar o estoque é a forma como você apresenta seu produto.

O item está parado ao longo de vários dias sem apresentar nenhuma venda? Coloque essa peça no corpo de sua influenciadora e monte vários looks com esse item encalhado.

Não tem influenciadora? Então vista você mesma a roupa e mostre nas redes sociais da empresa todos os looks possíveis com a peça.

Se um item não gera desejo por si só, liquidação não vai garantir que o estoque da peça fique zerado.

É importante aprender a divulgar aqueles itens que estão estagnados em conjunto com os que vendem bem. Dessa forma, é possível aumentar o desejo pela peça e vender o estoque.

  1. Tenha bons fornecedores

A gestão de estoque só é possível e eficaz quando existe uma boa relação com os fornecedores.

Se a empresa deseja manter pouco estoque, precisa ter certeza de que os fornecedores vão enviar as peças necessárias no prazo acordado.

Quando o fornecedor atrasa, falha em entregas ou demora muito para disponibilizar os itens necessários, a dinâmica estabelecida para controle de estoque irá falhar.

O ideal é sempre manter em estoque de 2 a 3 vezes o valor de sua meta de vendas para o período. Se a sua meta de vendas é de R$5 mil para os próximos 15 dias, seu estoque precisa de no mínimo R$10 mil em produto disponível, caso contrário, será muito difícil atender sua meta.

Dependendo da demora de seus fornecedores enviarem o produto, é preciso ter até 4 vezes o valor de sua meta para que o estoque não fique repleto de produtos em falta.

Afinal, se o cliente acessa seu e-commerce e não encontra o que precisa a compra pode ser feita no concorrente e, todo o investimento realizado na busca de trazer esse cliente para seu site terá sido perdido.

  1. Quando possível invista em software de gestão

Dependendo do porte de seu e-commerce, será preciso investir na aquisição de um software de gestão que possibilite melhores resultados para o negócio, tendo em vista que, a análise de dados fica mais fácil com o uso de software, bem como, se torna possível minimizar erros e automatizar processos.

O ideal é procurar um software que seja voltado para o e-commerce de moda, com o objetivo de facilitar ainda mais a gestão de todos os dados.

Analisar suas vendas sempre será o guia para organizar seu estoque e ter maior sucesso nas suas vendas.

Aproveite as dicas para implementar hoje mesmo em seu e-commerce de moda.

<small class="span-author">Autor</small><br>Valber Cunha

Autor
Valber Cunha

Valber Cunha, Analista de Sistema, Programador e empreendedor há mais de 10 anos. Formado em Bacharel em Sistemas de Informação com especialização em Marketing Estratégico e MBA em Gestão Empresarial pela FGV, autor, consultor, palestrante, estudioso de filosofia do comportamento humano e ativista social. Tem como missão pessoal “Transformar pessoas através do empreendedorismo, pois acredita que os empreendedores transformam o mundo”.

<small class="span-author">Autor</small><br>Valber Cunha

Autor
Valber Cunha

Valber Cunha, Analista de Sistema, Programador e empreendedor há mais de 10 anos. Formado em Bacharel em Sistemas de Informação com especialização em Marketing Estratégico e MBA em Gestão Empresarial pela FGV, autor, consultor, palestrante, estudioso de filosofia do comportamento humano e ativista social. Tem como missão pessoal “Transformar pessoas através do empreendedorismo, pois acredita que os empreendedores transformam o mundo”.