Estoque de loja virtual: qual o mais indicado para seu negócio de moda, vestuário e acessórios?

Conteúdo

Tem dúvidas sobre como montar o estoque de loja virtual? É muito importante ter uma boa gestão de estoque para que seu negócio de moda, vestuário e acessórios venda bem.

Por isso, é tão comum ter dúvidas sobre como montar o estoque de loja virtual, uma vez que, o tema é complexo e demanda estudos e individualização das estratégias.

De modo geral, existem métricas que precisam ser acompanhadas e informações úteis para montar seu estoque inicial otimizando o seu investimento.

Nós te daremos informações importantes para iniciar da maneira correta, confira a seguir!  

Importância do estoque 

O estoque de loja virtual é o definidor de sua capacidade de venda.

Uma empresa que compra 3 blusas, sendo 1 P, 1 M e 1 G iguais, investe em divulgação e vende as peças rapidamente sem ter reposição, na realidade acaba perdendo dinheiro, uma vez que, o cliente conhece a marca, gosta do produto e quando decide efetuar a compra se depara com estoque zerado.

Além de gerar frustração em seu cliente, o investimento feito para atrair essa pessoa até o site é perdido, afinal, o consumidor deixará a página sem comprar nada, o que faz com que seja preciso fazer novos investimentos para atrair outros compradores visando vender os produtos que ainda estão disponíveis.

Percebe como a boa gestão de estoque possibilita que as suas vendas ocorram mais naturalmente?

É um estoque bem gerenciado que possibilita clientes satisfeitos e investimentos em marketing digital que dão resultado nas vendas.

Como definir o estoque inicial?

O estoque inicial de seu e-commerce de moda depende de uma série de fatores e, essa definição começa, justamente, no momento de planejar seu negócio.

A empresa vende para todo o país? Seu objetivo é vender coleções com um apelo luxuoso ou mais popular? Qual a sua capacidade atual de investir em marketing digital para atrair compradores?

Esses são fatores importantes para a montagem de seu estoque inicial, justamente, para que não fique com peças paradas por muito tempo em seu estoque.

Seu estoque inicial precisa ter variedade de peças e não necessita ter grandes quantidades da mesma peça, tendo em vista que, sua página ainda possui pouco tráfego e pouco volume de vendas.

Assim, é importante reservar uma quantia para investir em atrair seus primeiros clientes por meio de marketing digital, vendendo seu estoque e reinvestindo para ampliar seus resultados.

Definir as quantidades

Para definir a quantidade de peças presentes em seu estoque, é preciso considerar quanto deve ser o faturamento mensal de seu e-commerce.

O estoque de loja virtual deve ser suficiente para suprir o número de vendas necessárias para que a empresa seja financeiramente viável.

Por ser um estoque que envolve peças com diferentes modelos, numerações e cores, é preciso ter o cuidado de manter um estoque de 2 a 3 vezes maior que o seu objetivo de vendas para aquele período.

Suponha que seu estoque é montado para suportar vendas ao longo de 1 mês. Se o objetivo é vender R$5 mil no mês vigente, seu estoque deve ser no mínimo de R$10 mil, dividido em peças que supram os tamanhos, cores e modelos necessários para atender a demanda de seus clientes.

Definir as variedades

Definir as variedades de peças, bem como, quantas peças comprar de cada tamanho depende diretamente de conhecer o seu público-alvo.

O estoque de loja virtual sempre deve ser pautado pelos tamanhos e modelos que naturalmente atraem o público. 

Pesquisar seu público-alvo por meio da internet é mais simples que parece.

É possível identificar, por exemplo, que nos últimos anos houve ganho de peso na população brasileira. Esse já é um indicador de que, potencialmente, as peças em tamanho PP ou P vendam menos, dependendo de seu nicho.

Para definir a variedade de peças, é preciso considerar o valor médio pago na peça, o valor total disponível para adquirir estoque e quantas peças deseja comprar de cada modelo para montar um estoque que possibilite boas vendas após investir em divulgação.

Obviamente, é preciso testar o seu primeiro estoque e estar disposto a analisar os dados de venda de seu primeiro mês para que as próximas compras para montar o estoque de loja virtual sejam ainda mais assertivas, tendo em vista que, mesmo pesquisando o público algumas peças ficam mais em alta durante algumas estações e vários outros detalhes podem influenciar nas vendas.

A cor, tamanho disponível, assertividade das campanhas de marketing, período do ano, tudo contribui para a sua performance de vendas. E são muitos dados a serem controlados para acertar em 100% no seu primeiro estoque de loja virtual.

O desafio de montar um estoque assertivo, desde sua inauguração, é realmente grande e, quanto mais informações sobre seu público, melhor será sua performance.

Vantagens de ter um estoque bem estruturado

Existem muitas vantagens em montar um estoque bem estruturado, como:

  • Facilidade de concretizar as vendas;
  • Atrair a atenção de seu público por meio das estratégias de marketing digital;
  • Aumentar o gasto médio por venda ao oferecer produtos que combinam entre si;
  • Um estoque de loja virtual bem estruturado evita peças paradas por muito tempo;
  • Seu investimento em divulgação terá resultados concretos nas vendas;
  • O estoque estruturado aumenta a facilidade de fidelizar seus clientes por meio da oferta de produtos com os quais o cliente se identifica.

Portanto, é útil ter total cuidado com a gestão do estoque de loja virtual desde as primeiras compras para inaugurar seu e-commerce, tendo em vista que, ser assertivo nas escolhas faz toda a diferença na hora de vender os produtos com maior facilidade.

Como realizar a administração do estoque 

É importante utilizar tecnologia para auxiliar no controle de estoque de loja virtual.

Um bom sistema de gestão de estoque fará toda a diferença ao emitir relatórios sobre suas últimas vendas, possibilitando que acompanhe detalhadamente qual é a peça que mais vende, quais tamanhos saem com mais frequência e outros dados relevantes para montar seus próximos estoques, justamente o que fará total diferença para aumentar a assertividade nos produtos oferecidos e evitar que seu estoque de loja virtual fique parado por muito tempo, ocasionando prejuízos.

A administração de estoque é o principal fator para que sua loja virtual seja lucrativa durante todo o ano.

Dicas para gestão de estoque

Algumas dicas são úteis para a gestão de estoque, como:

  1. Invista em peças que combinam entre si para facilitar as vendas;
  2. Trabalhe com um sistema de gestão voltado para moda;
  3. Entenda seu público, o que as pessoas buscam, quais tamanhos, cores e necessidades de seus clientes;
  4. Liquidação não é a única solução para estoque parado;
  5. Foque em variedade e quantidade com base nos dados de suas últimas vendas.

Essas são apenas algumas dicas que podem te ajudar a melhorar a gestão de estoque de loja virtual, contribuindo para que sua gestão otimize os recursos e evite que o estoque fique parado por muito tempo, afinal, na moda existem ciclos em que algumas peças ficam em alta e outras deixam de ser queridinhas.

Por isso mesmo, a gestão de estoque de loja virtual permite que sua loja venda bem, sem que itens fiquem encalhados por um longo período inviabilizando a venda.

<small class="span-author">Autor</small><br>Valber Cunha

Autor
Valber Cunha

Valber Cunha, Analista de Sistema, Programador e empreendedor há mais de 10 anos. Formado em Bacharel em Sistemas de Informação com especialização em Marketing Estratégico e MBA em Gestão Empresarial pela FGV, autor, consultor, palestrante, estudioso de filosofia do comportamento humano e ativista social. Tem como missão pessoal “Transformar pessoas através do empreendedorismo, pois acredita que os empreendedores transformam o mundo”.

<small class="span-author">Autor</small><br>Valber Cunha

Autor
Valber Cunha

Valber Cunha, Analista de Sistema, Programador e empreendedor há mais de 10 anos. Formado em Bacharel em Sistemas de Informação com especialização em Marketing Estratégico e MBA em Gestão Empresarial pela FGV, autor, consultor, palestrante, estudioso de filosofia do comportamento humano e ativista social. Tem como missão pessoal “Transformar pessoas através do empreendedorismo, pois acredita que os empreendedores transformam o mundo”.